Translate

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Paços de Ferreira 0 Benfica 2 (TDP)

O Benfica deslocou-se à Mata Real e indo ao encontro das palavras de J.Jesus a equipa da casa ia criar problemas aos nossos e assim foi.

As duas equipas encaixaram na perfeição e anularam-se por completo muito embora o Benfica tenha tido alguma sorte pois aos 6 minutos Cícero isola-se a passe de Vítor e na cara de Artur escorrega.
Uma entrada daquelas que já nos caracteriza em muitos jogos... entrar a dormi e depois correr atrás do prejuízo.
A bola não entrou e o jogo entrou então num choque táctico.
Só aos 24 minutos o Benfica criou algum perigo

André Gomes isola Gaitán e este consegue passar por Cássio mas acaba por não conseguir finalizar. Ficava finalmente o aviso.

Aos 41minutos tivemos isto:





Nada foi assinalado.
Jogaram-se mais 4 minutos e as equipas chegaram ao final da primeira parte com um nulo.
Na segundo parte tudo igual.
Jogo muito vivo
com intensidade mas sem grande perigo para as balizas.

Até que aos 58 minutos e já com Ola J. em campo o Benfica chega ao golo.
Óptimo trabalho de Sálvio na direita seguido de um cruzamento rasteiro para a boca da baliza onde Lima já lá estava para encostar e festejar.
Estava feito o 0-1.

O jogo estava desbloqueado. O Paços a jogar em casa iria certamente apostar mais no ataque criando espaços nas suas costas. Mas na realidade não foi bem isso que aconteceu.
O Paços mantinha-se fiel ao seu sistema e o jogo continuava muito mastigado sobretudo no meio campo.
Aos 70 minutos
Harakiri! Vítor tem uma paragem de cérebro e entra com tudo!


Não havia nada a fazer. Vítor, porventura o melhor homem da casa, foi mesmo tomar um duche mais cedo.
Numa atitude que revela bem a mentalidade e espírito desta equipa, o treinador da casa lançou Caetano mantendo uma frente de ataque bem aberta. No entanto faltavam homens la atrás...
E o segundo golo do Benfica acabou por chegar aos 75 minutos.
 Rodrigo remata forte à entrada da área para uma boa defesa de Cássio e na recarga Ola John, descaído na esquerda, aparece a encostar para o fundo das redes.



 Com espaço no meio campo o Benfica mandava no jogo e aos 78 minutos podia ter marcado novamente por intermédio de Rodrigo que após boa recepção com o peito atirou por cima da barra.
Até final o Benfica limitou-se a controlar.
Pela força do seu meio campo...



Vitória IMPORTANTÍSSIMA.
Vantagem de dois golos na eliminatória, segundo jogo em casa e 90 minutos a separarem-nos do Jamor nesta que tem sido uma caminhada bastante positiva com vitórias sobre o Freamunde (0-4), Moreirense (0-2), Desportivo das Aves (6-0), Académica (0-4) e um 0-2 na primeira mão da eliminatória das meias finais. Verdade que não há aqui nenhuma equipa de renome ou dita grande, mas o registo não deixa de ser interessante em cinco jogos 18 golos marcados e 0 sofridos.
Que assim se mantenha!


Arbitragem deste jogo?
Quase normal. Digo quase porque conseguiu amarelar o meio campo todo do meio do Benfica (quiçá para mais tarde arranjar uma expulsão... a história do jogo não o permitiu)
Deixou passar um penalty a favor do Benfica...
Resumo aqui

JAMOR?!




Fica para a próxima


segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Noticias nocturnas

Contratação fechada. Rui Fonte, avançado do Espanhol, 22 anos, e companheiro de equipa de Simão - e Capdevila - no clube catalão, assinou contrato com o Benfica, vínculo válido para as próximas quatro temporadas e meio.

Formado no Sporting e com passagens pelas seleções nacionais de sub-17, sub-19, sub20 e sub-21, o irmão de José Fonte, defesa central do Southampton (1.ª Divisão de Inglaterra) vai juntar-se, em breve, aos novos companheiros de trabalho, numa transferência absolutamente surpreendente a todos os níveis.

Pouco utilizado no Espanhol - em 2012/13, foi titular em apenas quatro das 21 jornadas da I Liga e suplente utilizado noutras cinco -, Rui Fonte está, deste modo, de regresso a Portugal, de onde saiu em 2008 (e de Alvalade) rumo ao Arsenal.


A bola

Braga 1 Benfica 2

Jogo dificil para o Benfica.
Dificil porque o Braga tem uma equipa composta por bons jogadores e também porque estes artistas, aprendizes do Porko corrupto, têm sempre truques na manga como cortar as luzes.
Para evitar estes golpes sujos e baixo so havia uma solução:
Entrar a matar! Jogar de maneira a que não houvesse hipotese destas coisas surgirem.
Começou com uma má noticia: Cardozo estava de fora por lesão!
Temia-se o pior e os Benfiquistas como sempre já choravam nas redes sociais mas esquecem-se que para aquela posição o Benfica está bem servido (Kardec, Lima e Rodrigo).
O Benfica entrou com Artur; Maxi Pereira, Luisão, Jardel e Melgarejo; Matic, Enzo Perez, Salvio, Gaitán e Ola John; Lima e entrou forte. Forte não, MUITO FORTE!

Muita pressão, muita confiança e um golo aos 5 minutos por intermédio de Sálvio!
O argentino marcou
numa jogada de insistência aproveitando uma defesa incompleta de Beto empurrando para o fundo das redes. Fotografia bem ilustrativa.


No entanto reparem na forma como o jogador do Braga aborda o lance.
E se não fosse golo, haveria coragem de assinalar penalty?
O Braga respondeu por Mossoró que tentou um chapéu a Artur sem sucesso.
O Benfica ia dominando no entanto o seu balanceamento no ataque ia permitindo saidas rapidas que no entanto não tinha arte nem engenho para concretizar.
Aos 9 minutos uma grande defesa de Artur
Canto batido na direita, cabeçada de Hass com Artur a negar o golo.
O benfica responde aos 13 com um livre perigoso de Gaitan e sasso quase faz auto-golo.
Pouco tempo depois Lima é lançado e chega mesmo a isolar-se no entanto Sasso recupera e consegue cortar antes do brasileiro armar o remate.


O Benfica cheirava o segundo golo que chegaria aos 35 minutos de jogo por intermédio de Lima.

O avançado brasileiro, depois de receber um passe de Gaitan, trabalhou bem dentro da área e remata cruzado para o fundo das redes do Braga com a ajuda de Beto que foi mal batido.
Enorme o jogador não festejou na sua antiga casa! É de homem!

O avançado brasileiro, depois de receber um passe de Gaitan, trabalhou bem dentro da área e remata cruzado para o fundo das redes do Braga com a ajuda de Beto que foi mal batido.
Enorme o jogador não festejou na sua antiga casa!
É de homem!
Estava feito o resultado final dos primeiros 45 minutos.
O Benfica entrou forte e surpreendeu o Braga. Restavam 45 minutos para o Benfica levar os 3 pontos.
O jogo recomeçou com um ritmo mais baixo muito por culpa do Benfica que encontrando-se a ganhar por 0-2 dava mais iniciativa aos da casa (mas o Peseiro confundiu isso com um dominio avassalador do Braga...)
Só aos 64 minutos
conseguem incomodar Artur.
 Remate de primeira de Eder para defesa por defesa facil de Artur.
O Benfica respondeu na jogada seguinte
Maxi entra na área, serve Sálvio que remata mas Beto desta vez não quis cooperar e defende com os pés.
O Braga tinha o relogio e o marcador contra si e pressionavam como nunca.
O Benfica percebeu e tentou congelar a bola o maximo possivel e até estava a ter um sucesso relativo até que aos 77 não conseguiu evitar o golo dos da casa.
excelente passe de Éder em profundidade que permite a João Pedro receber a bola no meio de dois jogadores do Benfica. Só teve de contornar Artur e atirar para o fundo das redes.
Era o 1-2  no marcador.
O Benfica sabia que ia ser pressionado nos ultimos minutos e parecia estar preparado para isso.
Jesus colocou
Urretaviscaya no lugar do extenuado Gaitán.
Aos 85 minutos
Haas é expulso com vermelho directo por derrubar a Lima quando este se isolava em direcção à baliza de Beto.
Até ao apito final o Benfica limitou-se a gerir com mais ou menos dificuldade a vantagem que tinha.
A unica razão de queixa do Braga surge já aos 92 minutos com um fora de jogo que realmente não existiu...Um fora de jogo mal tirado, sem duvida, mas sem motivo para desconfianças ou insinuações.
A arbitragem foi boa, ao contrário daquilo que eu esperava, uma vez que o circo tinha sido montado nas jornadas anteriores pelo Porko corrutpo e o Braga aprendiz do Porko.



Com esta vitória o Benfica afasta definitavamente um adversário directo e sempre complicado.
Mostrou-se uma vez mais que sem truques o Benfica é quase sempre mais forte!
Pergunto-me o que seria deste campeonato se o Benfica não tivesse sido prejudicado contra a Académica e Braga na primeira volta...
Vitoria da união e do espirito de sacrificio!
Vitória que Jesus afirmou ser de todos os adeptos que ali se deslocaram:

"Também devemos esta vitória difícil aos nossos adeptos que se deslocaram a Braga.
É preciso ter coragem para vir aqui
"



Tudo dito, o Benfica ganhou bem sobretudo pela grande primeira parte que realizou.
Vitória num campo tradicionalmente dificil onde acontece sempre algo... mas não desta vez!
Gostava de destacar a exibição de Gaitan que parece estar de volta, Salvio e o regresso de Urreta!
Este ultimo pode ser aproveitado por Jesus. Tenho a certeza que o nosso treinador consegue tirar muito mais deste miudo.


PS- Qual é a razão para ainda não termos renovado com Jesus??










segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Moreirense 0 - Benfica 2

O Benfica defrontava uma vez mais o Moreirense num jogo que se esperava dificil!
E foi! Logo no primeiro minuto
Ghilas (jogador que considero muito interessante) entrou pela direita e rematou com violência ao poste esquerdo da baliza de Artur.
O aviso estava dado.
No minuto seguinte o Benfica respondeu por intermédio de Lima mas sem perigo para a baliza dos da casa.
O Benfica entrou mal mas muito depressa segurou o jogo e manietou a equipa da casa.
Aos 16 minutos Lima fica na cara do Nilton mas este consegue fazer uma brilhante defesa para canto.
O Benfica ia intensificando o seu domínio e o Moreirense ia respondendo como podia mas o Benfica era dono e senhor do jogo.
Aos 45 minutos outro grande oportunidade para o Benfica.
«
Gaitan passou por três jogadores do Moreirense e depois, com a baliza à sua frente, decidiu Assiste para o segundo poste, onde apareceu Salvio a rematar sem ângulo ao poste quando Cardozo no coração da pequena área pedia a bola...
O Benfica ia para o intervalo com um nulo no marcador mas dava boas indicações para a segunda parte.
O segundo tempo começou de forma infernal.

Aos 46 minutos Gaitan perto do golo mais uma vez, mas o guardião Ricardo foi rápido a sair dos postes e defendeu para canto.
No minuto seguinte
golo bem anulado ao Benfica, por fora-de-jogo evidente de Matic.
Aos 48 minutos o primeiro golo do Benfica.
 Salvio tem uma arrancada fulgurante, entra na área e com um remate colocado, sem hipótese de defesa para Ricardo, coloca a bola no fundo das redes. Estava feito o 0-1.
Aos 53 minutos
Florent salva em cima da linha de golo aquele que seria o bis de Salvio.
O Benfica estava fortíssimo neste segundo tempo, criava oportunidades no entanto só por uma vez havia conseguido marcar.
Aos 70 minutos golpe fatal.
 Lima aparece isolado e coloca a bola por cima de Ricardo...
Mais um chapéu do brasileiro.
Estava feito o 0-2 resultado que espelhava melhor a superioridade do Benfica no encontro.
Este segundo jogo matou o Moreirense e matou o jogo uma vez que o Benfica se limitou a gerir os restantes 20 minutos não permitindo quaisquer veleidades aos da casa.
Vitória justa do Benfica.



quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Académica 0 - Benfica 4

Quatro.
Quatro golos sem resposta.
Foi desta maneira séria e responsável que o Benfica encarou este jogo que, honestamente, esperava mais difícil. Jesus fez alinhar Luisão e André Almeida mantendo o resto da equipa, mostrando que a taça é importante e que doravante não poupará ninguém!
A equipa orientada pelo portista Pedro Emanuel nunca conseguiu dar uma réplica digna de esse nome.
O Benfica foi superior desde o primeiro ao ultimo minuto.
Foi só chutar para a frente e fé no Cardozo... e nas segundas bolas.
Mas como o Cardozo hoje não estava para ai virado resolveram outros.
Aos 08 minutos já o Benfica tinha marcado por duas vezes.
Primeiro aos 05 por Ola John e aos 08 por Lima.
O Benfica manteve sempre a toada e protagonizava um monólogo e aos 26 minutos Lima faz um bis com uma excelente execução.
Estava feito o 0-3 sem qualquer surpresa, resultado com que as equipa desceram ao balneário.
Na segunda parte mais do mesmo, o Benfica a treinar jogadas a dois toques com alguns lances bonitos mas que na parte final não tinham efeitos práticos...
Excepção feita ao golo de Sálvio que meteu Jesus a festejar.
As contas do jogo ficaram por aqui.
Partida que o Benfica tornou fácil jogando de forma séria e bastante eficaz.
Pouco ou nada a dizer sobre o arbitro que desta vez não teve oportunidade de brilhar...
Deve estar a guardar-se para a próxima jornada

O Benfica medirá agora forças nas meias-finais com o Paços de Ferreira, que bateu ontem por 2-1 o Gil Vicente. A primeira mão será dia 30 de Janeiro e a segunda a 17 de Abril.
Até lá o que se pede em cada jogo é isto... UNIÃO!





terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Noticias nocturnas


O Benfica chegou durante o dia de hoje a acordo com três atletas do S.L.Benfica para a renovação de contrato...
Para uns é uma noticia banal, para outros uma má noticia para mim uma optima noticia!

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Benfica 2 - Porto 2

Era o jogo mais aguardado!
De um lado o Benfica que se tem mostrado bastante forte do outro lado o eterno clube corrupto que, de momento, é o único que rivaliza com o Benfica.
Durante a semana o treinador do Porto foi demonstrando todo o seu complexo de inferioridade  e lá foi fazendo afirmações algo provocatórias.
Do outro lado recebeu uma lição de cavalheirismo e história.
O assunto morreu ali, mas todos nos percebemos que o jogo estava lançado e que a pressão ao arbitro estava feita.

Eu tinha alguma curiosidade para ver qual o 11 inicial do Benfica porque na minha opinião não deve ter sido nada fácil.
Explico porque.
Para este jogo J.Jesus estava refém dos adeptos do Benfica.
Se colocasse um homem mais no meio campo retirando um avançado, seria crucificado pela generalidade da massa adepta dizendo que estava a mostrar medo.
Se jogasse com dois avançados seria criticado por ter perdido o meio campo.
Foi isto que se passou! Fazendo um apanhado pelos blogs, uns concordam com o onze titular, outros nem por isso, eu fiquei contente com este onze assim como também ficaria se entrássemos só com um avançado. Jesus é o único que trabalha com eles directamente e só ele poderá dizer o que é melhor para o Benfica ou não.

Jesus possuidor do melhor ataque do campeonato decidiu entrar com dois avançados passando uma mensagem clara:
NÃO TEMEMOS OS CORRUPTOS!



O Benfica entrou algo desconcentrado e ao minuto 1 viu um jogador do porto ser apanhados em fora de jogo que na realidade não existiu. (voltarei a abordar este assunto).
Ao minuto dois minutos Cardozo cobra um canto. Sálvio aparece ao primeiro poste a cabecear mas a bola acaba por morrer nas mãos de Helton.

Aos 3 minutos nova situação de fora de jogo que também parece ser mal assinalado ao ataque do porto. (voltarei a abordar este assunto).
O jogo tinha começado com um ritmo altíssimo com as duas equipas bastante balanceadas no ataque e aos 08 minutos surge o primeiro golo da noite.
Livre batido por Moutinho, desvio de J. Martínez e o francês Mangala surge sozinho no coração da área a fazer o primeiro golo do jogo.
Ainda os super morcões festejavam o primeiro já Matic os estava a calar!
Aos 10 minutos canto para o Benfica bola larga lançada para a área onde existem alguns toques de cabeça dos jogadores encarnados (Lima e Jardel) até a bola chegar a Matic que sem deixar cair remata fortíssimo de fora da área e empata a partida!
Quanto mais vejo este golo mais me convenço que é um canto trabalhado!
Aquela bola larga ao segundo poste, com toques de cabeça sucessivos até colocar o esférico na zona central onde não existe praticamente ninguém no caminho da baliza não me parece inocente.
Só os jogadores e Jesus o podem dizer, de qualquer das maneiras, golo bonito que repunha novamente o empate na Luz.

O jogo continuava eléctrico com as duas equipas a buscar a baliza até que aos 15 minutos surge o golo do Porto. J. Martínez pressiona Artur e este infantilmente acaba por perder a bola permitindo ao avançado do porto o golo.
Estava feito o 1-2 e o clube corrupto voltava à liderança do marcador.
Mas dois minutos depois surge novo golo para o Benfica.
Boa jogada na direita entre Salvio e Maxi com o argentino a ir à linha e cruzar rasteiro para Cardozo que estava na pequena área.
Helton sacode, a defesa portista não tira a bola e Gaitan com o bico da bota fuzila a baliza azul e branca.

Estava feito o 2-2 na partida.
Era  um jogo de loucos com muita velocidade, bons intervenientes com as duas equipas em busca da bola e do golo.
Tanto Porto como Benfica pressionavam as linhas de passe tentando recuperações de bola e evitando demasiada posse de bola para o adversário.
Era apenas pelas linhas laterais que o Porto ia conseguindo desequilibrar sem perigo para a baliza de Artur.
Por outro lado o Benfica ia conseguindo o mesmo e com o mesmo grau de inoperância que os azuis.
Menção apenas para dois lances de maior perigo primeiro para o Porto onde

Defour cruza para a area com Otamendi a aparecer e a carregar Artur quando este estava no ar para agarrar a bola. Do lado do Benfica um livre a castigar uma entrada durissima de Mangala sobre Cardozo.
Gaitan não deu o melhor seguimento.
As equipas foram para o intervalo com o 2-2 no marcador.

Na segunda parte o ritmo já não foi o mesmo (nem podia ser).
No entanto o jogo desenrolou-se numa toada bem... forte!
Que o digam os jogadores do Benfica.
Logo aos 40 segundos de jogo, Lima tenta receber uma bola mas Mangala empoleirado nele não o permite, uma falta que o arbitro deixa passar em claro (como tantas outras ao longo do jogo) a bola fica sem dono e aparecem Gaitan e Fernando.
Não houve contemplações, Fernando sem dó nem piedade crava propositadamente os pitons das suas botas no pé de Gaitan (voltarei a abordar este assunto).
O arbitro deixa também passar.
Enzo descontente protesta e vê amarelo.
Diga-se que Enzo não estava a jogar tão mal como dizem por ai!
Vejam o que jogou o Moutinho...
Com o jogador amarelado Jesus mostrou que conhece bem os árbitros em Portugal nestes jogos onde participam o Porto e passados 10 minutos retirou Enzo de campo para a entrada de Carlos Martins. Foi dos pés de Martins que nasceu uma das oportunidades do Benfica.
Sálvio aparece na cara de Helton mas preferiu rematar (mal) a assistir um solitario Cardozo.
Com a entrada de Martins, coincidencia ou não, o jogo do Porto acabou!
(para quem está a pensar que estou a exagerar vão ver o jogo, ou ler as incidências, e vão ser surpreendidos) Não tanto pela sua batuta (porque está completamente fora de forma) mas porque pura e simplesmente o meio campo do Porto rebentou! Com mais espaço para jogar foram 20 minutos muito intensos com Artur a ver jogar.
Aos 70 minutos Gaitan cai na área e fica a pedir falta. No entanto a falta ocorre fora da área...Nada assinalado.Aos 71 minutos Gaitan vai lado a lado com Fernando e á entrada da área este faz carga de...costas. Nada assinalado.



Poucas duvidas. Em momento algum existiu carga de ombro!!
Assim sendo estava Fernando, Gaitan e Helton. Ora se Gaitan se vai a isolar, se só tem Helton pela frente e Fernando o impede em falta, de que cor seria o cartão?!

Minutos depois o Benfica perde oportunidade de ouro para se adiantar no marcador.
Passe açucarado a desmarcar Cardozo corre e atira colocado mas Helton com a ponta dos dedos desvia para o poste.





















Aos 78 Matic faz falta sobre Otamendi quando este saía para contra-ataque e não foi expulso como Vítor Pereira queria (nem podia tendo em conta o critério do arbitro).
O festival que há muito já estava a dar, continuou:
A arte de bem insultar! Mas calma, nem uma repreensão!

O momento que todos esperavam chegou aos tardios 82 minutos da noite.
Oovação de pé para o arbitro!
João Moutinho recebe cartão amarelo à 7ª falta!

Aos 83
Cruzamento de Cardozo que serve Aimar dentro da área portista.
O remate de cabeça de Aimar saiu ao lado da baliza e foi assinalado ERRADAMENTE um fora de jogo.
a 4 minutos do fim do encontro Maxi tem uma entrada com tudo para cima de Moutinho (talvez farto daquele que foi o caceteiro de serviço).
O arbitro dá um amarelo. Podia ter dado vermelho? Podia!
Até final destaque para as substituições do pseudo treinador vitó das gravatas que meteu um central e um trinco. Sintomático. Esperava mais deste mestre que durante a semana foi diminuindo o Benfica e afirmou que no fim o Porto ganhava sempre!

No final um empate que se aceita tendo em conta que toda a acção do jogo se passou a meio campo e tendo em conta as estatisticas.
No entanto se tivesse que haver um vencedor penso ser justo dizer que o Benfica jogou para isso especialmente nos últimos 20 minutos do encontro.

Jogo extremamente táctico que valeu pela primeira parte.
Apesar do assédio dos últimos 20 minutos á baliza azul, o Benfica teve nos pés de Cardozo a melhor oportunidade, mas os dedos de helton impediram a vitoria.
Reparem que só chutamos para a frente, jogamos nas segundas bolas, mas temos mais remates á baliza! Enquanto outros acertaram lá duas vezes e marcaram dois golos.
Fizemos dois golos de futebol corrido, já outros marcaram de bola parada e de um erro do guarda redes!
Rapazes... continuem a chutar!


No fim do encontro o Vitó das gravatas veio dizer coisas hilariantes:


- Afirma que existem 3 foras de jogo que não existem e que Matic e Maxi não foram expulsos e que por essa razão o porto havia sido prejudicado!

-Afirmou que o Benfica era isto, chutar para a frente, esperar que o Cardozo resolvesse ou então segundas bolas.

Vamos por partes:
Os foras de jogo em questão são realmente mal assinalados!!
A pergunta que se impõe é eram de fácil analise ou de difícil analise?



Eu gostaria era de perguntar a este palhaço o que ele acha destas imagens:


São um pouco diferentes!
Estes são muitíssimo mais escandalosos e a bandeirola ficou em baixo...
Creio que em matéria de foras de jogo estamos esclarecidos.
Foram mal assinalados mas eram de difícil analise, já quando vemos outros foras de jogo a historia é outra.
No que toca a expulsões reconheço que com aquela entrada, Maxi podia e devia ter ido para a rua. O arbitro entendeu que aquela entrada aos 86 minutos não era passível de vermelho.
Assim como não entendeu que a agressão de Fernando a Gaitan não era agressão
(embora noutro jogo Benfica - Guimarães o entendesse assim)
Não sou eu que digo que este tipo de entradas é para vermelho! Quem o diz é o arbitro que noutro jogo do Benfica por uma entrada igual a do Fernando deu vermelho directo!


Isto leva qualquer um ao desespero!
Enzo tentou explicar ao arbitro e até gestos fez, mas tenho a certeza que o senhor arbitro não entendeu o pobre rapaz....Mas o Enzo até se explicou bem!


Isto significa que pelo menos (e dando uma de borla) o Porto devia ter jogado com 10 pelo menos os últimos 20 minutos.
Digo pelo menos porque se o arbitro vê a primeira então seria uma parte inteira como menos um...
Falar no Matic parece um pouco forçado quando temos o Fernando, o Mangala e o Moutinho a darem fruta (nunca melhor dito) o jogo todo!
Qualquer um destes jogadores poderiam facilmente ter visto duas vezes cartão amarelo.
Percebemos que o critério do arbitro foi tentar deixar jogar o máximo possível...
Mas o Vitó não só não entendeu como ainda arranjou maneira de dizer que foi roubado!
Mas ele pensa isso de verdade?
Claro que não!
Isto é mais um teatro bem ao jeito daqueles que o ano passado fez para depois existirem truques de arbitragem...
O velho corrupto também chorou porque prefere o Proença, o Xistra, o Olegário, o Cosme e todos esses merdas corruptos.

Qual é mesmo o arbitro do próximo jogo??
O ex-Super Dragão! (este já eles gostam mais!)

BENFIQUISTAS ESTEJAM ATENTOS!

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Benfica 3 Académica 2 (T.L)

Era o jogo que iria ditar quem passava a proxima fase da taça da liga.
Ao Benfica bastava um empate e jogava no seu estádio perante o seu publico...
No entanto tinhamos ai a porta um Benfica - Porto era portanto de esperar que existissem alterações no 11 titular e assim foi.
Jesus escalou uma equipa diferente do habitual: Paulo Lopes, Roderick, Luisinho, Maxi, Jardel, Bruno César, Nolito, Aimar, André Gomes, Lima e Ola John.

Foi um jogo que se iniciou a meio gás onde o Benfica nem sempre foi esclarecido e a Académica tinha periodos de não ter a minima ideia de saber o que estava a fazer.
O Benfica dominava mas não conseguia criar perigo suficiente para chegar á vantagem.
Quando o fez conseguiu marcar.
Aos 40 minutos  excelente abertura em profundidade de Bruno César a isolar Lima que contorna Peiser  atira para o primeiro golo da noite.
Em directo e sem qualquer preocupação, tratou-se logo de dizer que era um golo ilegal!
Peremptórios!
No entanto....




Não está! O fiscal de linha não assinalou e Lima fez a festa para desgosto dos comentadores da TVI.


Quando todos pensavam numa vantagem ao intervalo, balde de agua fria.

Mau passe de Bruno César (um de muitos), corte de Makelele que também se anticipou a Jardel, ficando na cara de Paulo Lopes. O brasileiro fez o que tinha de fazer e levou a sua equipa empatada para os balenários.
A primeira parte terminou mal e a segunda começou pior!
Aos 49 minutos lance tirado a papel quimico do primeiro golo do Benfica.
Passe a rasgar de Cleyton que isola Saleiro sobre a direita do ataque.
O portugues entrou na área e rematou cruzado, colocando os visitantes na frente do marcador.
Soou o alarme!
Jesus não demorou a muito a fazer alterações e aos 57 minutos faz entrar Carlos Martins e Kardec para os lugares do apagado Aimar e do pior em campo Bruno César.
O jogo começa a ganhar outra dinamica e o Benfica toma conta do jogo em definitivo.
A equipa da Académica tinha muitas dificuldades em defender e adivinhava-se o golo do empate que surgiu aos 61 minutos.

Ola John cruza da direita para o segundo poste, onde surge Kardec a cabecear.
Peiser ainda  tocou na bola, mas não evitou o golo.
Estava reposta a igualdade e de alguma maneira a justiça no marcador uma vez que se alguma equipa fazia pela vida e assumia a despesa do jogo era o Benfica.
O Benfica não abrandava o ritmo e adivinhava-se uns minutos infernais para a defesa da académica.
Para ajudar á festa
Jesus fez entrar Sálvio e deu a machadada final no jogo.
Volvidos 4 minutos novo golo do Benfica. Lima combina com Kardec e, à entrada da área, bate para o seu segundo golo.

Estava feito o 3-2 resultado com que terminou o encontro mas antes tempo para uma expulsão.
Aos 68
segundo cartão amarelo e respectivo vermelho para Reiner Ferreira, por cortar a bola com a mão.
Mais do que justo uma vez que o mesmo jogador passou o jogo todo a distribuir "fruta".
Entretanto a comunicação social está a passar a imagem de que o Benfica foi ajudado por um golo em fora de jogo, um penalty perdoado...
Comecemos pelo penalty.
É certo que Nolito coloca a mão nas costas de Saleiro!!
Empurra o jogador? Nao quero ser Poncio Monteiro, mas todos podemos perceber que não é suficiente para derrubar Saleiro. No entanto reconheço que se o ar
bitro apitasse penalty tinhamos que nos calar!
No entanto eu também vi isto...



O que disse a TVI e os jornais? NADA!  Mas há mais!


O que disse a TVI ? NADAUm pouco mais de sereidade cambada!!
Entretanto o presidente da Académica, o tal que foi condenado, já veio falar a dizer que foi uma vergonha!
Estranho foi que não o vi falar quando o Benfica foi prejudicado em Coimbra... dois anos seguidos!!
Primeiro a 25 de Fevereiro (lembram-se?) e a 24 de Setembro!
Excluindo os blogs, ninguém fala destas...casualidades!


Enfim, vitória justa do Benfica que cumpriu com a sua obrigação, poupou jogadores, está em todas as frentes e pronto para receber os porcos.

domingo, 6 de janeiro de 2013

Estoril 1 - Benfica 3

Benfica tinha um jogo importante. Depois dos corruptos terem ganho a partida ao Nacional não restava outra alternativa senão vencer.
O Benfica entrou bem no jogo e aos 19 minutos esteve perto do golo!
Uma boa jogada de contra-ataque, com Rodrigo a cruzar  para o segundo poste, onde Cardozo atirou ao lado.
Aos 33 minutos foi a vez da equipa estar perto do golo!
Jefferson assiste Leal na esquerda, mas Artur, evitou o golo.
Aos 36 minutos o golo  da noite.
Canto cobrado por Cardozo (?!) e Gaitan ao primeiro poste tem um toque artístico de calcanhar , sem hipóteses para Vagner, golaço do argentino!
Destaque para Gaitan que nas ultimas partidas parece estar a renascer e a querer ser opção.
Uma optima noticia para o Benfica em vesperas de jogar com os corruptos.
O Benfica embora não fosse brilhante era superior e adivinhava-se o segundo golo que quase chegava aos 41 minutos por intermédio de Rodrigo que depois de rematar fraco na direita da área viu Anderson a afastar perto da linha de golo.
O Benfica foi para o intervalo com uma vantagem magra mas merecida.
A segunda parte trouxe um Benfica igual a si mesmo e a pressão continuava até que aos 58 minutos surgiu o golo de Lima!
Excelente passe de Gaitán a desmarcar Lima sobre a direita da área, que domina no peito e remata fortíssimo. Estava feito o 0-2 e o Benfica tinha o jogo totalmente controlado.



O Benfica continuava com o seu jogo e o Estorial não tinha quaisquer hipoteses de alterar o rumo dos acontecimentos.
Seria mesmo o Benfica a marcar novamente por intermédio de Sálvio.
Remate fortíssimo sobre a direita da área, com a bola a embater com estrondo na barra e a entrar.

´
O jogo estava ganho e o Benfica entrou perigosamente num estado de relax.
O Estoril ia fazendo pela vida e o seu golo chegou após um erro clamoroso de Artur.
Um minuto depois a equipa da casa podia mesmo ter marcado o segundo golo com o jogador a chegar atrasado para a emenda.

Vitória indiscutivel do Benfica num estádio onde dias antes os corruptos empataram.. com sorte.

Destaque também para o nosso Mago que aparentemente está de volta!



sábado, 5 de janeiro de 2013

SOMOS PorKo SOMOS MERDA


O Benfica recebeu e perdeu na luz com o Porko entregando assim de bandeja o 1º lugar ao clube mais nojento e mais corrupto que existe na terra
O tal clube que não paga aos jogadores que depois festejam a pedir dinheiro para comer



Mas como não podia faltar o clube de merda teve que manter o standard e armar a habitual confusão.
Dizem alguns meios de comunicação social que os jogadores foram cuspidos...
Não sei se foram ou não, mas vamos admitir que sim! foram cuspidos!
E então? Atletas profissionais podem reagir assim e passar impunes??
Eu joguei futebol, levei com pedras e chapéus de chuva e nunca respondi...
No Porko as coisas são diferentes...




Nesta imagem temos um segurança do pavilhão e um policia!
Temos também um atleta profissional a AGREDIR UM ADEPTO que além de estar em sua casa foi provocado (assim como todos os outros) pelos atletas do Porto como já é habitual (seja em que modalidade for).
Conclusão? Não passou nada! O adepto foi assistido e detido e dizem que alguns porkos de stick foram identificados.
Mas adianto já que não vai acontecer nada... como sempre!
Outra situação:
Então e se eu for na rua com um stick e fizer este gesto à policia, acontece-me alguma coisa?


























A este menino foi feita uma repreensão pelo policia que o agarra...
Muito bem sr policia! Muito corajoso!
Eu nesta situação ficaria sem dentes.
















































Ninguém queria acreditar!
























Nas redes sociais afectas ao clube corrupto já se diz que a culpa é do Benfica que arma sempre confusão.
Mas que ninguém se engane! O clube de merda azul não é virgem nestas situações!
Em 1998 numa invasão de campo um jogador do porko atinge um miúdo na cabeça deixando-o em muito mau estado.
Este mesmo miúdo foi encontrado dois anos mais tarde com um tiro no peito perto de casa.
Ainda hoje a policia não apurou a verdade...

Mas há mais!
Em 2000 temos um Porto Vs Barcelona. Final europeia.
O resultado foi este! UM NOJO!

Espero sinceramente que o Benfica não deixe passar isto!
O que o Benfica devia fazer era prestar gratuitamente auxilio jurídico aos adeptos do Benfica que foram identificados ou detidos.
Isto para compensar a ausência de pessoas no clube que consigam falar assim com a policia...




O que esta gentinha realmente necessita é que um dia (como o de hoje) a policia feche os olhos por 5 minutos (como tão bem faz la em cima) e deixe a rapaziada actuar...
Tenho a certeza que é remédio santo.

Para terminar, queria apenas deixar uma mensagem a esse gente sem categoria do clube corrupto...
Uma mensagem em imagem









sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Takuara

Depois de o jornal a Marca ter noticiado Cardozo, hoje foi a vez de gente entendida falar do assunto.
Néné e Nuno Gomes. Dois ex-jogadores do Benfica que tinham como missão marcar golos!
Os dois portugueses não tiveram duvidas e manifestaram publicamente total apoio a uma renovação de contrato.
É um assunto que infelizmente e incompreensivelmente não reúne consenso no universo benfiquista...
Por mim há muito tempo que o Cardozo já tinha um contrato novo!
Quer se goste ou não do estilo, é dos melhores jogadores de sempre do Benfica!
Que o Benfica consiga rapidamente ter outro jogador que marque tanto como Cardozo!







quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Benfica 6 - Desportivo das Aves 0 (T.P)


A frase foi de Jesus antes do embate:
“O Desportivo das Aves vai jogar o que o Benfica deixar. Vai ser o Benfica a impor as regras do jogo. Se o Aves for muito ofensivo, alguma coisa está mal na nossa equipa”
Foi um Jesus profético.
Obviamente que se esperava uma vitória do Benfica, mas não por estes numero que cada vez se usam menos.
A vitória começou a ser construída bastante cedo, aos 5 minutos já os 15 mil que estavam presentes festejavam o golo inaugural. Gaitan faz miséria e dá a Rodrigo que no coração da área só teve que encostar...



As oportunidades iam aparecendo e aos 18 minutos, Cardozo, aproveitando um erro da defesa contrária antecipa-se ao guardião do Aves e atira a contar. Estava feito o 2-0 antes dos 20 minutos de jogo.
Quem pensou que o Benfica ia tirar o pé do acelerador enganou-se.
Aos 22 minutos gritou-se novamente golo.
Rodrigo faz um bom trabalho na direita e cruza para a área onde Cardozo fuzilou com a cabeça.
Era o 3-0.
Aos 31 minutos nova alteração no marcador.  Cardozo, outra vez de cabeça, dá a melhor sequência a um bom cruzamento da direita e fecha o marcador da primeira parte com um hat-trick
O Benfica desceu aos balneários a ganhar por 4-0 mas o resultado justo seria um 6-0 ou 7-0 tendo em conta o caudal ofensivo e a passividade defensiva contrária.
No segundo tempo o Benfica não apertou tanto e deixou o Aves respirar um pouco mais.
No entanto o Benfica ia desperdiçando oportunidades e só voltou a marcar aos 56 por intermédio de Rodrigo após bom trabalho individual. Foi o 5-0.
Aos 73 minutos penalty para o Benfica (o segundo da noite embora só este tenha sido assinalado).
Nolito tentou bater (merecia um golo ontem) mas Jesus fez questão de lembrar que existe uma ordem e uma hierarquia no que toca às penalidades e partilhou com todo o estádio!

Nota-se que Jesus não gosta muito de Nolito e é uma pena porque na minha opinião é um bom jogador! daqueles que corre o jogo todo e para ele os jogos são todos a sério!
Mas Jesus fez o que tinha de ser feito!
O Lima bateu mesmo o penalty e fechou o marcador com expressivos 6-0.



Destaque para Nolito, Rodrigo, Luisinho, Bruno César que jogaram muito bem mostrando ao treinador que podem ser chamados a qualquer altura.
O Benfica encarou este jogo com o maximo respeito pelo adversário (como devia ser sempre).
Vitória justa do Benfica que apenas peca por escassa!
O Benfica defrontará a Académica nos Quartos de final em Coimbra a 16 de Janeiro.

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Períodos Negros

O presidente do nosso clube aparece hoje em grande no jornal A bola.
Muita merda para encher chouriço...
Porque na realidade o pessoal quer é ser campeão e o resto é conversa.
Convidado a analisar o período negro dos rivais LFVieira disse algo com o qual eu concordo e sempre relembro todos aqueles que criticam (as vezes sem sentido) e pedem a demissão de presidente e treinador.
A pergunta foi:
"A crise desportiva e financeira que está a assolar o Sporting é má para a indústria do futebol, no seu todo"?
Resposta:
"- O Sporting faz falta com certeza, mas as crises podem ser oportunidades, depende da vontade e da capacidade de quem enfrenta as crises. Veja o caso do Benfica quando Manuel Vilarinho aqui chegou. Esse Benfica pós Vale e Azevedo, do ano 2000, não tem comparação com este Sporting. Estava bem pior e, no entanto, conseguimos recuperar a grandeza, a credibilidade, as infraestruturas, as finanças?Lá está, fizemos de um gravíssimo problema uma oportunidade. A solução está sempre nas mãos de quem dirige.

Isto é daquelas coisas que tenho de concordar a 100%.
O Benfica andou de rastos e muita gente já esqueceu esse período...
LFVieira fala de Vale e Azevedo mas antes de Vale existiram outros!
Por isso quando vejo manifestações com meia dúzia de sócios a pedirem demissões da-me vontade de rir porque apesar de quererem o melhor para o clube essas pessoas não percebem que uma eventual mexida nas estrutura do clube podia ser fatal no que toca á estabilidade/credibilidade que, neste momento, temos.
Para os mais esquecidos fica uma pequeníssima selecção de gente que nunca devia ter passado pelo Benfica...






terça-feira, 1 de janeiro de 2013

FC Porto: Autocarros apedrejados


Três autocarros com adeptos do FC Porto foram ontem apedrejados quando estavam já de regresso a casa. Durante o trajecto foram interceptados na autoestrada que liga Cascais/Lisboa pelos adeptos do Estoril.

Um dos autocarros transportava os Super Porcalhões, claque do Frutabol Clube do Porko e não houve feridos!
Uma pena!
De louvar esta atitude dos adeptos do Estoril (se é que foram mesmo eles) uma vez que isto é exactamente o que os Super Morcões fazem la em cima, mas com uma diferença:
Lá em cima a policia é conivente com estas situações, cá em baixo tentam ser mais profissionais...
Correu mal desta vez!