Translate

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Mais vale estar calado


"Toda gente sabe aquilo que o Benfica pensa sobre o que se tem passado nas últimas jornadas. A equipa tem consciência de que pode e deve fazer mais e acredita que tem condições para isso. Mas também nos questionamos, com o que tem acontecido, se o trabalho será suficiente para cumprir objetivos", afirmou Lourenço Coelho.

Uma clara oportunidade para estar calado!
É nisto que o Benfica peca, semana após semana!!
Sei que se falamos de forma honesta e transparente seremos castigados com multas!
Mas não há problema! As multas pagam-se!
O Benfica  tem de "gritar" a todo o mundo que É ROUBADO TODAS AS JORNADAS!
Isto é verdadeiramente o que se está a passar!
Ultimamente até temos difundido uns comunicados engraçados... CONTINUEM!
Façam sessões com os jornalistas e metam videos com os erros de arbitragem!
Usem a pagina de internet e facebook que tem para difundir esses videos!
Agora não podemos é dizer que a equipa não jogou bem!
Isso é algo que apenas diz respeito ao circuito fechado Presidente-treinador-jogadores.
Isto é o que os outros (o sistema se preferirem) querem!
Enervar a equipa com os roubos para que esta acabe por não jogar bem
(nem pode! quem não se sente...) para depois os merdia poderem escrever:
"Existiu um penalty e um fora de jogo, mas deviam ter jogado melhor!"
Por essa ordem de ideias o 1º classificado não era quem é....

Mas isso já os merdia não questionam.










sábado, 28 de setembro de 2013

Benfica 1 - Belenenses 1

Clássico na Luz.
Um Benfica-Belenenses que nos tempos de hoje já não suscita o interesse de outrora muito por culpa das épocas irregulares (e passagens pela segunda divisão) dos azuis.
O Benfica entrou bem no jogo e previa-se uma vitória fácil perante um conjunto que ocupava os últimos lugares da tabela.
O golo chegou aos 18 minutos por intermédio daquele que alguns tinham pressa em ver sair da Luz.
Cardozo, marcou após cruzamento de Lima (que cada vez mais vai perdendo preponderância, leia-se golos, na equipa). Estava feito o 1-0 e a equipa tinha agora tudo a seu favor. Resultado, tempo e serenidade.
Minutos depois Maxi envia uma bomba que passou muito perto da baliza do inglês Matt Jones.
Seria um golo espectacular.
O Belenenses, corria atras do resultado porém mostrava-se incapaz de contrariar o Benfica e apenas conseguia criar algum perigo através de rapidissimos contra ataques. No entanto a defesa ia chegando para as ameaças.
Até que aos 31 minutos Diakité gelou a Luz.
Canto da esquerda com
Diakité no centro da area a cabecear e a fazer o golo. Um golo que me deixou duvidas e que depressa ficaram dissipadas!




UM FORA DE JOGO E S C A N D A L O S O !!!
Mais.
Para mim, para além do duplo fora de jogo (embora só um interfira na jogada), existe também uma falta sobre o jogador Fejsa. É verdade que apenas um dos braços toca em Fejsa durante o salto mas no primeiro contacto o jogador sofre uma joelhada ficando assim impedido de saltar e disputar o lance...



Um lance todo ele ferido de ilegalidade e que, COMO É HÁBITO, foi validado com prejuízo claro do Benfica.
O Benfica acusou o golo e embora fosse mais forte e dominasse as operações não eram objectivos na hora de marcar.
Aos 38 minutos nova oportunidade para o Benfica através de Lima que vê o seu remate embater num defesa contrário.
O Benfica chegava assim ao intervalo com um empate injusto. A sua supremacia em termos de posse de bola não fora suficiente para fazer mais estragos.

 Os numeros são bem reveladores: 62% de posse de bola, contra 38% do Belenenses.
Vale o que vale, não sou admirador deste tipo de números, mas estes ajudam também a compreender o que se passava em campo. O Benfica ia com um empate para os balneários apenas e só PORQUE O ARBITRO QUIS. Não há que ter medo de o dizer.
A equipa visitante FOI UMA NULIDADE e chegou ao golo com...
UM FORA DE JOGO DE 2 METROS.

A segunda parte começou como a primeira.
O Benfica pressionava o Belenenses e tinha a bola todo o tempo embora não lhe desse o melhor destino Lima foge pela direita e cruza rasteiro para Cardozo. Este à entrada da área remata forte mas ao lado da baliza do Jones.
Dez minutos depois, o Benfica outra vez perto do golo e outra vez por intermédio de Cardozo.
Maxi cruzou para o cabeceamento de Cardozo, um pouco por cima da barra. Seria um golo igual ao da primeira parte.
Aos 70 minutos acontece isto:




Quase tão escandaloso como o golo IRREGULAR do Belenenses.
Os últimos 20 minutos foram de domínio avassalador apenas interrompidos por alguns contra-ataques dos visitantes.
O jogo chegaria ao fim com um empate a um golo numa partida FERIDA DE MORTE E ILEGALIDADE.
Muita gente se apressou a criticar a exibição do Benfica o que me leva a falar, uma vez mais na teoria do "dobro".
Isto é, o Benfica se quer ser campeão tem de jogar sempre o dobro dos adversários isto para que mesmo sendo ROUBADO (COMO FOI O CASO) acabe sempre por vencer.
Neste caso como não jogamos o dobro (fomos apenas muito melhores) não chegou para vencer.
Já os outros, possuidores de um futebol merdoso e sem qualidade nenhuma, são quase SEMPRE AJUDADOS (e meto o quase porque no Estoril sofreram um penalty que não era. Embora a expulsão do Otamendi aos 10 minutos também tenha sido esquecida por muitos!)
Este é o triste campeonato que temos.
Viciado e conspurcado pelo o Frutabol Corrupto do Porko

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Jesus e os media corajosos

Terminado o jogo contra o vitória de Guimarães, os jogadores deslocaram-se até a zona do adeptos do Benfica. Fizeram-no, como sempre, a pedido do treinador Jorge Jesus.
Aqui queria começar por explicar a ideia que tenho desde há muito tempo.
Jesus é um treinador de raízes bastante humildes! Jesus sabe perfeitamente que a maioria da massa adepta do Benfica passa dificuldades para acompanhar a sua equipa de norte a sul e dai fazer questão de brindar os adeptos.
Nesta noite tudo isto se justificava!!!
Alguém faz ideia do que é ser Benfiquista no norte do pais??Neste jogo, porém, a coisa correu mal.
Entusiasmados com a vitória, os jogadores do Benfica decidiram oferecer as suas camisolas.
Gesto que acho bastante digno e que até devia ser obrigatório.
Porquê?
Primeiro porque é das poucas maneiras que os jogadores e equipa técnica tem de reconhecer o apreço e esforço de uma massa que passa por todo o tipo de dificuldades para estar presente e ver a sua equipa e segundo porque muita dessa gente gostaria de ter uma camisola de determinado jogador e muitas vezes não pode.
Não poder por causa disto:



Ter de pagar 72 ou 80€ por uma camisola de futebol é um roubo quase tão grande como os roubos do Proença! Com esse dinheiro pode-se ir varias vezes ao futebol.
Isto serve um pouco para explicar a cegueira de alguns adeptos para conseguir um Manto Sagrado.
Parece idiota, mas as vezes o factor económico, no seio dos adeptos, também é importante.
Posto isto, voltamos a Guimarães.
Os jogadores agradeceram e enquanto tiravam as camisolas alguns adeptos não resistiram a tentação de obter uma camisola grátis e invadiram o campo.
Os seguranças colocaram cobro à situação.
Jesus e alguns jogadores do Benfica não gostaram do que viram e foram tentar separar e impedir que a violência continuasse.
No meio da confusão, os ânimos exaltaram-se e as coisas podiam ate ter ido a algo mais grave não fosse a intervenção do staff técnico e ate mesmo de alguns jogadores do Benfica que iam pedindo calma aos adeptos.
Aqui neste vídeo que só mostra a parte final, vemos isto:



Aqui vemos realmente um contacto físico no braço do policia e na cara! sendo que na cara o movimento coincide também com outro movimento de braço do treinador adjunto aceitando-se que tenha existido toque sem intenção.
Muito já se escreveu e opinou sobre este assunto. Houve até quem dissesse que foi tudo premeditado e que Jesus só fez isto para cair nas boas graças dos adeptos.
Pois bem, fica aqui o vídeo que mostra algo completamente diferente.



Este vídeo mostra como Jesus é o ultimo da "comitiva" e não tem qualquer intenção de agredir ninguém e que tudo aconteceu daquela maneira porque apenas quis proteger um adepto da brutalidade policial.
(sim, não é o seu dever)

Brutalidade

Quem vai ao futebol conhece muito bem este senhor!




O agente Vargas (como é conhecido Luis Vargas) é bastante conhecido em Lisboa.
Nomeadamente entre adeptos leoninos com quem partilha pequenos espaços com não mais de duas pessoas onde os espanca a seu bel prazer.
Este senhor tem já no seu ficheiro várias agressões e várias idas a tribunal onde ultimamente tem ficado mal na fotografia tentando acusar pessoas de estarem num estádio quando na realidade se encontravam bem longe a trabalhar. Esta credibilidade deu-lhe a possibilidade de acompanhar agora as claques do Benfica (umas vez que já está impedido a não estar com as do Sporting).
Se eu e muitos outros benfiquistas sabemos disto, então haverá gente na estrutura do SLB que também o sabe!
É importante que tudo isto seja usado contra este senhor não só para proteger os adeptos (sejam scp ou slb) mas também para proteger o nosso treinador.
A juntar a isto tudo, parece que o senhor também meteu ao bolso o relógio de JJesus.


BALANÇA DESEQUILIBRADA

Este episódio foi, aos olhos de muita gente, um sacrilégio!
Algo que jamais poderia passar!
Algo que jamais ocorreu em Portugal.
No entanto, estes media tão rápidos e corajosos em criticar o Jorge Jesus e o Benfica são os mesmos que assobiam para o ar para não falarem de agressões a colegas de profissão, agressões em vários estádios (o ultimo foi no Estoril) os mesmos que são agredidos em estádios ou á saída da SIC. Os mesmos que viram a equipa do Barcelona de hóquei sair à pressa para evitar um linchamento em pleno rinque. Os mesmos que observam Pinto da Costa a gritar na cara da PSP e quase não saiu nas noticias...



Os mesmo que fingem não ver os constantes benefícios ao Porto e os mesmos que esquecem a famosa marcha dos super dragões para levar os seu presidente corrupto a tribunal (que seria resgatado em caso de condena).
São muito corajosos e todos remam para o mesmo lado!
No entanto o YouTube revela-se, a cada dia que passa, uma ferramenta incrível que ajuda a dissipar muita coisa.
Vejamos então o jogo do ano passado entre o Porko e o Benfica.
Kelvin marca e... veja você mesmo a partir do 1:01
Onde é que está a policia?
Ou melhor, como actua a policia? Quem tem a verdadeira autoridade?
Tirem as vossas conclusões!


Eu sou do tempo em que o Benfica ia ás Antas e aquilo era um terror (sim, muito mais do que agora) e a policia nem piava! muito pelo contrario! A policia no Porto, TAL COMO AINDA HOJE, é sempre passiva e tolerante...
Será por isto (2:06)??

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

domingo, 22 de setembro de 2013

Vitória de Guimarães 0 - Benfica 1

Deslocação complicada do Benfica á cidade berço.
O Benfica tinha mais um jogo difícil desta vez frente ao Vitória de Guimarães.
Os intervenientes não desapontaram e assistimos a uma partida com um ritmo elevado e grande empolgamento.
Mas tal como é também hábito mais a norte, o jogo começou durinho...



















 



















Não sei bem de que cor seria o cartão a mostrar! e o arbitro pelos vistos também não e assim sendo, não mostrou nada.
As equipas estavam bastante fechadas e foi só a partir dos vinte minutos que começamos a ver mais espaço para as equipas poderem jogar.
No entanto a luta a meio campo mantinha-se e o domínio era repartido.
Ao minuto 27 penalty por assinalar a favor do Benfica.


























O arbitro, bem colocado, opta por deixar passar.
Nem eu esperava outra coisa.
Um minuto depois André Martins, com um remate fora da área quase marca o primeiro para os da casa! É assim que as coisas funcionam. De uma situação de castigo maximo não assinalado pode sofrer-se um golo.
Sistema no seu melhor.
Aos 33 minutos o Benfica novamente perto do golo com Siqueira a rematar forte para defesa apertada do guardião da casa. Foi a ultima grande oportunidade do encontro que minutos mais tarde chegaria ao intervalo com  o nulo no marcador.
A segunda parte trouxe um Benfica mais decidido e com mais ganas. A luta no meio campo continuava forte mas a balança tendia mais para o lado do Benfica. Mais força, mais entrega, eram sinonimo de mais posse de bola e mais perigo de quando em vez na area Vitoriana.
Aos 60 minutos segundo amarelo para Addy e as coisas complicavam-se para os da casa.
Jesus lançou então Lima aos 64 minutos e aos 68 já o brasileiro era rasteirado dentro da area.
Um penalty que ficou por marcar, mais uma vez.


ESCANDALOSO!
Por fim, aos 72 minutos, o Benfica chega ao golo.
Canto estudado e Cardozo, com a colaboração do defesa Marco Matias, obtém o único golo da partida dando 3 pontos ao Benfica num campo tradicionalmente difícil. 
Uma vitoria que teria sido bem mais fácil com os dois penaltys roubados e foras de jogo sem pés nem cabeça.... tipo isto:

(foto roubada na http://aminhachama.blogspot.com VISITEM)



terça-feira, 17 de setembro de 2013

Benfica 2 Anderlecht 0

Podemos falar de uma "meia hora á Benfica".
Foram 30 minutos de total dominio em que o Benfica manietou por total a equipa visitante.
Trinta minutos onde o Benfica fez dois golos por intermédio de Duricic e Luisão (e que golo do brasileiro) e deu uma imagem segura e confiante própria de uma equipa que tem já experiência nestas andanças.
Aliás foi precisamente essa experiência que lhes permitiu gerir com uma certa tranquilidade o segundo tempo onde se limitaram a gerir o resultado.
Muitos não gostaram mas eu achei bastante inteligente.
Temos de olhar para o calendário interno fruto de um "sorteio" pouco favorável nas primeiras jornadas. Um "sorteio" que nos tem colocado á prova enquanto outros se passeiam pela primeira liga (mas isso são outras conversas).
Portanto uma entrada fortíssima e uma gestão inteligente ditaram uma primeira jornada vitoriosa e 1 milhão de euros nos cofres da luz.
Mas fica o registo: este adversário é teoricamente o mais fraco do grupo!!

sábado, 14 de setembro de 2013

Benfica 3 Paços de Ferreira 1

Pois é, sofremos um golo da equipa do Bostinha, esse adorador dos corruptos que aspira a um dia ser treinador de futebol da equipa mais nojenta do mundo.
Mas nem tudo foi mau.
O Benfica, depois de um empate em Alvalade, esperava agora regressar ao trilho das vitórias perante o seu publico.
Aos 5 minutos já o Benfica se colocava em vantagem. Excelente jogada de envolvimento com Lima a cruzar da esquerda para o segundo poste onde Enzo Pérez só teve de  encostar.O golo teve dedicatória para Sálvio...


Este golo madrugador afrouxou um pouco a dinâmica inicial do Benfica. A equipa do bostinha estendeu as suas linhas para pressionar mas mesmo jogando a um ritmo baixo, seria novamente a equipa da casa a chegar ao golo.
Aos 23 minutos de jogo
livre estudado batido pelo Takuara para Enzo e este endossa  para Markovic que assiste Garay (ao segundo poste) que tranquilamente só teve de encostar. Um golo bonito que dava o 2-0 ao Benfica.
O Benfica quase chega ao terceiro por intermédio de Lima e o Paços quase reduz por intermédio de Bébé no entanto nenhum dos jogadores teve arte para finalizar e o resultado ao fim dos primeiros 45 minutos era de 2-0.
O segundo tempo começa com o golo do Paços.
Rúben Ribeiro escapa nas costas da defensiva encarnada e já na área fuzila Artur. Fica a sensação de que Artur podia ter evitado o lance se fosse mais rápido a sair dos postes.
Ainda o Bostinha saboreava o golo e já o Benfica marcava outro.


Na marcação de um canto, Garay (para mim um dos melhores de sempre do Benfica) aplica um golpe de cabeça impressionante que só parou no fundo das redes!

Pode-se dizer que o jogo terminou no minuto 52.
A ganhar por 3-1 o Benfica geriu o resultado até ao final do encontro nas vésperas da primeira jornada da liga dos campeões.
Vitória sem contestação da equipa da casa.