Translate

terça-feira, 12 de novembro de 2013

O Sporting foi roubado

Mas será que foram mesmo?!

O tio Bruno diz que sim!
Aparentemente o Sporting foi à Luz e, mais uma vez, perdeu por causa do arbitro...

Felizmente a blogosfera benfiquista está cada vez  mais atenta ao trabalho que não é feito pela comunicação social desportiva. O trabalho de blogs tem sido importantíssimo ultimamente, caso disso é este post que se realizou com fotos do  palavra ao poste ,influencia arbitral e jornal Record.

Comecemos então pelo o primeiro que me levantou duvidas.
Aos 36 minutos no inicio da jogada de Capel há muitas duvidas quanto ao posicionamento de Montero.
Sim, a linha diz que o pé esquerdo está em linha.
O problema é que essa linha tem como ponto de orientação outro jogador do Scp...
Mais concretamente por baixo das pernas! No entanto a linha devia estar no pé do André Almeida.
FANTÁSTICO TRABALHO DA SPORT TV!
Ou seja, se deslocássemos a linha em direcção ao ultimo jogador do Benfica como ficaria Montero?
Em fora de jogo!
Por pouco, mas estava! Mais ou menos como no lance do Cardozo.
Fez bem o arbitro em mandar seguir (porque é milimétrico) MAS está! Porque o pé do Montero vale tanto como o a metade do Cardozo que está em fora de jogo. É a lei!
Então quer dizer que o empate nasce de um fora de jogo?!


Aos 45 minutos, Cardozo marca golo beneficiando da posição  de fora de jogo... milimétrico.
A lei diz que em caso de duvida deverá beneficiar o ataque.
Apesar de estar em fora de jogo, o fiscal de linha fez bem em não assinalar.



Aos 49 minutos o arbitro não tem duvidas e assinala fora de jogo.
Mal. Como vemos Silvio está em jogo! Mais, a bola ficava à mercê do pé esquerdo de Cardozo.
Creio que não é preciso escrever muito mais...



Aos 53 minutos uma simples falta atacante é transformada em choradeira e em roubo lesa-pátria!
Isto é falta atacante em qualquer parte do mundo, Montero entra de sola.
Chama-se jogo perigoso e é punido com livre indirecto segundo a lei!

Um pontapé-livre indireto será igualmente concedido
à equipa adversária
quando, no entender do árbitro, um jogador:
• jogar de uma maneira perigosa
• impedir a progressão de um adversário
• impedir o guarda-redes de soltar a bola das mãos
• cometer qualquer outra infração não mencionada anteriormente na Lei12, pela qual o jogo seja interrompido para advertir ou expulsar um
jogador


O melhor de tudo isto é ver como depois Montero se queixa das pernas.
A foto onde o pé do Luisão aparece levantado é a foto que a comunicação social (Record) decidiu utilizar para dizer que é penalty.
A pergunta é:
Porque não utilizar uma que mostre o inicio do lance?
Não, isso já seria fazer um trabalho isento e de momento, não interessa.

Aos 97 minutos Luisão cabeceia no chão e, embora fraca, a bola acaba mesmo por passar por baixo das pernas de Patricio. O guardião tentou fazer de Vitor Baia e ficou parado a apontar para a bola em cima da linha... No Porto essas coisas funcionam, no Sporting ainda não.
Não há duvidas a bola entrou mesmo.





Aos 108 minutos do prolongamento, mão na bola dentro da area benfiquista.
Não há duvidas, penalty por assinalar a favor do Sporting.
Aqui o Sporting tem razão.




Aos 116 minutos, cai por terra a teoria da conspiração sportinguista!
Mão clara (embora a qualidade da imagem não ajude) dentro da area do Sporting.
Até os comentadores da sportv (essa estação tão amiga e imparcial) se renderam e fizeram o seguinte comentário:
"A bola sobe da coxa e toca no braço" (ver aqui apesar de estar cortado consegue ouvir-se o inicio da frase)
Ora se toca no braço, é penalty!



Por ultimo temos este vídeo.
Não consigo precisar exactamente este lance na partida, mas diria que é na primeira parte do prolongamento (o que nos situa entre o minuto 91 e 96 altura que Enzo Perez é substituido)
Nesta imagem temos 2 penaltys... era só escolher!

Perante tudo isto a pergunta é:
Foram assim tão roubados?
Cada um que tire as suas conclusões!

Ps- Querem mesmo falar em Roubalheira??