Translate

sábado, 25 de janeiro de 2014

Benfica 1 Gil Vicente 0 (Taça da Liga)

Jogo realizado no Restelo para dar descanso ao novo tapete da Luz.
Já apurado para a fase seguinte, o Benfica encarava este jogo com bastante tranquilidade e exemplo disso foi a convocatória e o onze inicial apresentado por Jesus.



















Os primeiros 10 minutos foram de algum equilíbrio e estudo por parte das equipas, no entanto foi sol de pouca dura.
O Benfica pegou no jogo e submeteu o Gil a um dominio avassalador e pouco comum nos dias de hoje.
Aos 28 minutos penálti assinalado a favor do Benfica por falta sobre Funes Mori.
O mesmo Funes que se encarregou de cobrar a grande penalidade sem êxito.


O domínio do Benfica era em toda a linha e faltava so mesmo concretizar, no entanto o golo não chegou e as equipas foram para o intervalo com um 0-0 no marcador.

Para se ter uma ideia do domínio da equipa de Lisboa,  ao intervalo o Benfica tinha 70% em posse de bola.
No entanto o marcador teimava em não sair do 0-0.
Na segunda parte mais do mesmo, aos 50 minutos golo bem anulado ao Benfica, Ruben Amorim estava adiantando.
Mas aos 56 minutos o golo contou mesmo!
Sulejmani, numa jogada de insistência, conseguiu inaugurar o marcador, na recarga a um primeiro cabeceamento de Funes Mori (que a trave tinha devolvido).


A toda do jogo manteve-se com o Benfica a desperdiçar uma quantidade anormal de golos que podiam ter dado outro colorido ao marcador.
No entanto o jogo terminou com um magro 1-0 no marcador que não espelha de todo o dominio avassalador do Benfica na partida.