Translate

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Benfica 2 Maritimo 0


Jogo na Luz com a única equipa (até ao momento) que derrotou o Benfica.
Neste momento e com uma conjuntura completamente diferente, esperava-se um Benfica forte que não permitisse quaisquer veleidades aos forasteiros.
Jesus lançou o que todos esperavam.
















O Benfica entrou forte e tentava através da posse de bola desconcertar a defesa do Marítimo.
Aos 19 minutos Rodrigo aproveita um corte incompleto do defesa do Maritimo para, já dentro da area, fuzilar o desamparado José Sá.
Estava feito o 1º golo da tarde.






















Pouco tempo depois, aos 23 minutos,  Gaitán cruza na esquerda, e coloca a bola no avançado encarnado que tentou reproduzir o remate do lance do golo, mas acertou mal na bola, a sair muito por cima...




















Um minuto depois surge o primeiro sinal de perigo  para a baliza de Oblak.
Remate de Derley, com a bola bater no péssimo relvado e a complicar a tarefa de Oblak que realizou uma defesa incompleta. Luisão por perto jogou pela certa e limpou para canto.
Na sequência do canto, cabeceamento de Nuno Rocha, a obrigar Oblak a aplicar-se.






















Apenas 10 minutos depois, o Benfica chega novamente ao golo.
Deslize defensivo do Marítimo (João Diogo) que perde a bola para corre isolado para a baliza, atira por entre as pernas de José Sá, e bisa na partida.
No entanto um golo obtido em posição irregular.






















Admito que possa ser complicado para o fiscal pela distancia, mas o Benfica beneficiou desse mesmo lance.






 













A segunda foi morna com um Benfica mais calculista e com um Benfica à espera de erros do adversário. Aconteceram! Mas José Sá e a falta de pontaria evitaram males maiores.

Aos 54 minutos Rodrigo teve a oportunidade de celebrar o terceiro golo da sua conta pessoal. Rodrigo atirou para fora.
Aos 67 minutos remate forte de Lima à baliza do Marítimo. Defendeu para canto José Sá.
Aos 75 minutos o penalty da ordem que ficou por marcar.
(arbitro deu cartão amarelo a Markovic)






















Aos 77 minutos
Enzo cabeceia à trave.
Aos 79 minutos  correria de Markovic na direita, a meter para Lima e na cara do guarda redes do Maritimo o avançado encarnado permitiu uma grande defesa a José Sá!
E aos 83 minutos foi a vez de Oblak brilhar!
Grande remate de Heldon que Oblak desvia, para o poste cedendo canto.

 Embora não tenha colocado grande intensidade na partida, o Benfica dominou e venceu de forma justa e tranquila.
Beneficiou de um golo em posição irregular mas também lhe viu ser negado um penalty clarissímo.
Para os que tentam agora dizer que o arbitro ajudou o Benfica e que o Benfica é levado ao colo blá blá blá
Relembro aqui um dos lances com que este arbitro já "embalou" o Benfica



Mas nesta altura era estúpido falar dos árbitros..
Para terminar uma reflexão.
  A rapaziada que diz que entrar a 2 minutos dos 90 é gozar.
Um jogador nunca fica satisfeito com isso! eu não ficava!
Mas entre 3 ou 4 minutos e o nome aparecer na ficha de jogo e 0 minutos..
O Benfica ganha, lidera o campeonato, lidera a taça da liga, continua na taça de Portugal (onde já eliminou o Sporting) mas a grande preocupação dos jornais (e do pessoal adepto que se deixa minar) é a formação do Benfica, é a nota artística e o Matic que vai fazer falta e as opções do Jesus.
Ninguém coloca pressão no Paulo Fonseca nem ninguém pergunta pelo Ismailost.
Brilhante meus senhores! Brilhante!


ps- Ainda falta o Sálvio e o Cardozo...