Translate

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Benfica 1 - Vitória de Guimarães 0


Antes do inicio do encontro homenagem ao nosso capitão!
O  "Xerife" comemorou 400 jogos com a camisola do
Sport Lisboa e Benfica.
Tudo começou a 14 de setembro de 2003, num embate que oponha Benfica e Belenenses que registou um ridiculo 3-3 no final. Bons tempos...
Na ficha de jogo constava Luisão que acabaria por marcar nesses jogo o seu primeiro golo com o manto sagrado!
Hoje, com 33 anos, é uma das grande referencias na equipa do Benfica e faz parte de um lote muito restrito de jogadores que representaram o nosso clube por mais de 400 vezes.
Nené,  575 presenças, Veloso (538), Mário Coluna (525), Humberto Coelho (498), Shéu (487), Bento (465), António Simões (449), Eusébio (440) e Cavém (420). A este lote juntou-se Luisão.

OBRIGADO, CAPITÃO!!

Na véspera do encontro S.L.Benfica - Guimarães os jogadores recebiam, durante o estágio, uma optima:
Os corruptos acabavam de ser derrotados pelo Estoril em pleno Dragão.
Uma oportunidade ouro para, no dia seguinte, ampliar a vantagem para os azuis corruptos.
Para tal, Jesus alinhou com:




O jogo começou como todos esperavam.
O Benfica carregou no acelerador e logo no primeiro minuto teve uma grande oportunidade por intermédio de Rodrigo.
No entanto o hispano-brasileiro permitiu a intervenção do guardião Vimaranense.
Um inicio de partida que prometia muito.
No entanto aos 4 minutos o arbitro teve de interromper a partida devido a um choque violentíssimo entre Enzo e Jardel.



Num primeiro momento não parecia grave.
Mas no final da partida podemos ver o sacrifício que o jogador fez!
Já li numa pagina Benfiquista que não havia necessidade em ter o jogador em campo.
Posso concordar. Impressiona o rasgo que necessitou de 18 pontos para fechar.
No entanto, devemos perceber que a vontade de Jardel jogar é muita!
É um jogador que está na sombra de Luisão e Garay e quer aproveitar tudo o que pode!
Se o mesmo dá sinal ao treinador que pode continuar, se os médicos não contrariam o jogador...
Pessoalmente, gosto deste tipo de jogadores!
Isto demonstra o quanto lhes importa o clube a até pode ir para defender as nossas cores!
Até hoje tem tido uma atitude exemplar (mesmo jogando pouco) e ao mostrar toda esta capacidade de sacrifício só podemos estar felizes!
RECUPERA-TE!
O ritmo do jogo entretanto decaiu bastante e isso beneficiou o Vitória de Guimarães que foi aproveitando para ter alguma bola e lançar alguns contra ataques.
A primeira defesa de Oblak foi aos 22 minutos e não inspirou grandes cuidados.
Aos 29 minutos jogada bonita do Benfica! Arrancada fulgurante de Markovic que abre na direita para Rodrigo, que cruzou de imediato para o coração da area onde estava Suli. No entanto valeu Paulo Oliveira que tirou aquilo quer seria o primeiro golo da noite.
Aos 31 minutos novamente
Markovic desta vez no corredor esquerdo.
O sérvio cruza para a área uma vez mais para Sulejmani, que ao não rematar de primeira  acabou por não conseguir finalizar.

Aos 36 minutos o Guimarães quase festeja golo.
Maazou, á entrada da área, remata com perigo, mas Oblak estava muito atento e com a ponta dos dedos evitou o golos dos visitantes.

Mas quatro minutos depois gritou-se golo na Luz.
Markovic aproveita da melhor maneira um grande passe de Rodrigo e aparece na cara do guardião Douglas...
depois fez magia. Colocou a bola por cima do guardião, fez a recepção da mesma e empurrou gentilmente para o fundo das redes.


(Ver golo aqui)

Um golo que premiava não só em Benfica, mas em especial o jovem sérvio que foi durante toda a primeira parte o grande motor do Benfica com arrancadas e jogadas que iam deixando a defesa contrária á beira de um ataque de nervos.
Nuno Almeida apitou e o intervalo chegou com a vantagem minima a favor do Benfica.
A segunda parte foi bastante primeira.
O Benfica vinha com o objectivo de controlar como faz sempre. Não só controlou como relaxou e isso sim, pode trazer dissabores.
Apesar disso e reconhecendo que o Vitória atacou mais, também é verdade que os Vimaranenses só andaram por onde a turma de Jesus permitiu.
A unica exepção foi aos 52 minutos quando Maazou cabeceou à baliza valendo a intervenção de Oblak.
No entanto dois minutos antes Sílvio, de pé direito e de fora da área rematou violento para  Douglas brilhar!
O tempo ia passando e era favorável ao Benfica que se limitava a gerir o encontro sem no entanto descurar o ataque.
Aos 83 minutos a ultima grande oportunidade de golo do jogo.
Lima aproveita um passe de Rodrigo  e isola-se ficando na cara de Douglas. No entanto rematou ao lado. Grande perdida de Lima...

Vitória magra que no entanto não merece contestação quanto à sua justiça.






PS: