Translate

segunda-feira, 3 de março de 2014

Belenses 0 - Benfica 1

Mais um clássico de Lisboa.
O Benfica deslocou-se ao restelo para defrontar o Belenenses que ocupa 14º lugar
Com o tempo chuvoso o pior confirmou-se.
O Benfica ia jogar uma vez mais num batatal e todo o cuidado era pouco pois todos os benfiquistas tinham na memória que o Belenenses era uma das poucas equipas a empatar na Luz... com um golo em fora de jogo que foi validado.


  http://4.bp.blogspot.com/-jn-aF04FnQM/Ukhyg3A6EFI/AAAAAAAACH4/w2rxCaZBq_A/s640/fora+de+jogo%5B1%5D.jpg

Para o embate com o Belenenses, Jesus escalou o seguinte onze inicial:



O jogo começou com o Benfica a anexar o meio campo adversário e a esconder a bola dos azuis do restelo.
Aos 9 minutos Gaitan marca um bonito golo

Estava feito o 0-1.



O Belenenses avançava com as suas linhas e a luta a meio campo era intensa no entanto seria uma vez mais o Benfica a chegar com perigo à baliza contrária aos 18 minutos. Lima trabalhou bem à entrada da área e rematou em jeito, para o segundo poste, no entanto a bola a saiu ao lado.
Aos 23 minutos o Benfica levava novamente perigo á baliza de Matt.

Maxi combina com Lima e recebe isolado na cara de Matt Jones. Matt foi rápido e fez a mancha impedindo o segundo golo encarnado.

Aos 38 o Belenenses chega pela primeira vez á baliza de Oblak.
João Ferreira coloca a bola na área através da marcação de um livre, Kay, ao segundo poste, a falha a emenda por muito pouco.
O Benfica não imprimia um ritmo alto no entanto chegava com muita facilidade à baliza contraria e aos 43 minutos foi a vez de
Luisão que cabecear por cima da barra.
O intervalo chegava com um 0-1. Resultado justo que apenas pecava por escasso.
A segunda parte começou como tinha terminado a primeira. Com o Benfica a criar oportunidades.
Aos 50 minutos
Siqueira cruza da esquerda para o segundo poste onde aparece Maxi que em carrinho acaba por atirar por cima. Seria um golo de belo efeito.
Cinco minutos depois
Enzo Pérez cruza para a área (na marcação de um livre). Garay senhor dos ares cabecea com autoridade com a bola a passar muito perto do poste. Matt Jones estava completamente batido.
Esta seria a ultima jogada de perigo do Benfica. Dai em diante os jogadores do Benfica optaram por abdicar do ataque, querendo controlar o jogo a meio campo, levando Jesus à loucura.
Aos 71 minutos o pseudo caso do jogo.
Canto para o Belenenses que é afastado pela defensiva do Benfica.
Na ressaca do lance a bola acaba por chegar a Tiago Caeiro que remata para o fundo das redes. No entanto, o golo é invalidado por fora-de-jogo.
 Redes sociais, Jornais, televisões, experts, curiosos, corruptos e lagartos desataram a chorar.
Todos eles juram que é mal assinalado.

Na altura fiquei com a ideia de que um jogador que estava em fora de jogo posicional corre em direcção á bola. Isto para mim é interferir no jogo. Mas não sou expert!
Então decidi ir ao livro
...

http://www.fifa.com/mm/document/worldfootball/clubfootball/01/37/04/27/interpretation_law11_en.pdf


Ah e tal mas o jogador do Belenenses não está em linha recta com Oblak!
Mas o tal livro também diz:




Neste ultimo exemplo não estaria!
Se atentarmos à jogada, o jogador não está em linha recta com Oblak!
Certo. Mas também não está afastado como na imagem numero 7.
A Fifa diz que não estaria em fora de jogo se não estivesse a obstruir a linha de visão de Oblak, se não fizesse nenhum gesto OU MOVIMENTO!
É obvio que o jogador corre em direcção à bola e depois se desvia (salta) para não estar na "linha de tiro"
Isto é visível quando o jogador pisa a linha da pequena área!!




Ele está no meio do lance! Sai do meio porque sabe que pode levar com a bola!
INTERFERE! Deixa de ser fora de jogo de posição!
MAIS: Reparem no fiscal de linha! Só levanta a bandeirola quando o jogador está perto da bola e não quando o Tiago Caeiro recebe a bola! Significa que esperou pela acção do outro jogador!
A comunicação social fala em golo mal anulado. O problema é que o lance é anulado antes da bola entrar! Pormenores.

LANCE BEM ANULADO!!
Aos 81 minutos uma das maiores paragens de cerebro do futebol português!
Fredy comete falta... forçada como dizem alguns e por isso protesta!



Não satisfeito protesta com o fiscal de linha.
Recebe amarelo e continua a protestar. E continua. Até que o arbitro lhe fez a vontade e colocou-o na rua.
Simples. Lance aqui.
Até final da partida o Benfica limitou-se a gerir a vantagem da melhor maneira obtendo assim mais três pontos.

Vitória justa da única equipa que fez por isso.
Não é admissível que a nível profissional uma equipa só faça 2 remates à baliza como foi o caso do Belenenses.
O Benfica podia e devia ter resolvido o jogo mais cedo... Estivemos à mercê!
A diferença neste jogo é que o arbitro neste jogo fez o seu trabalho e na primeira volta... também!