Translate

domingo, 4 de maio de 2014

SL Benfica 1 - V. Setúbal 1 (Liga Zon Sagres)


Já com o titulo no bolso o Benfica recebia o Vitoria de Setúbal num jogo que seria de comemoração.
Jesus alinhou com:



Quem não estava para festas era o Setubal e foram mesmo os sadinos que deram o primeiro sinal de perigo aos 8 minutos. Ricardo Horta cobra um livre na esquerda, diretamente à baliza, mas vale o corte de cabeça de Maxi, a desviar por cima da barra.

Aos 10 minutos a equipa visitante dá novamente sinal de perigo.
Passe a rasgar de Pedro Queirós a isolar Rafael, mas o avançado brasileiro falha o desvio, com a bola a sair ao lado do poste.

Só à passagem dos 30 minutos o Benfica deu o primeiro sinal de perigo através de Salvio.
Aos 40 minutos foi a vez de Luisão levar perigo à baliza dos sadinos.
Canto cobrado por Salvio para a área, onde surge o capitão a cabecear por cima da barra.

Pouco depois Duarte Gomes apitava para o intervalo com as equipas a recolherem ao balneário com um nulo no marcador.

Na segunda parte o mesmo ritmo e a mesma (pouca) concentração.
O Benfica ia sendo superior mas permitia que o Setubal levasse água ao seu moinho.
Aos 59 minutos o Benfica inaugura o marcador.
Combinação entre André Gomes e Cardozo, com o médio português a fugir à marcação dos defesas sadinos. Ao penetrar na área e perante a saída dos postes de Kieszek  André rematou e inaugurou o marcador.
Estava feito o 1-0.



O Setúbal reagiu bem ao golo e aos 66 minutos rematou à barra da baliza de Paulo Lopes.
Dois minutos o Benfica podia ter ampliado a vantagem por intermédio de Enzo que no coração da área e na cara do guardião sadino, falhou.
Aos 75 minutos Maxi comete grande penalidade e recebe cartão amarelo.
Chamado a bater,
Rafael Martins converte com sucesso a grande penalidade. Paulo Lopes ainda tocou na bola mas não conseguiu evitar o golo do empate.


O ritmo de jogo era um ritmo de festa e o empate no marcador parecia agradar às duas equipas.

No entanto aos 88 minutos o arbitro deixa passar uma grande penalidade contra o Benfica.
Já dentro da área João Mário atira forte com a bola a bater no braço de Luisão. Penalti que ficou por assinalar.
Aos 93 minutos
André Gomes serve de primeira Lima, no coração da área, que remata com selo de golo, mas  Frederico Venâncio cortou em cima da linha, segurando assim o empate.

Segue-se a visita ao estádio do Dragão (para o campeonato) para que os Benfiquistas do nortes (ESSES HERÓIS) possam saudar o campeão!

Antes disso, Final da Taça da Liga contra o Rio Ave.