Translate

quarta-feira, 7 de maio de 2014

SL Benfica 2 - Rio Ave 0 (Final da Taça da Liga)

Depois de assegurado o principal objectivo da época (campeonato), o Benfica disputava com o Rio Ave a sua primeira final.
Para esta final da Taça da Liga, Jesus alinhou com:



Ao contrario do que seria de esperar o Rio Ave não entrou com o autocarro e isso permitiu que o jogo tivesse logo de inicio alguma emoção.
Logo aos 5 minutos Pedro Santos recebe a bola na direita, flete para o centro (batendo Siqueira que ficou "pregado" ao relvado) e remata forte à entrada da área, para uma grande defesa de Oblak.
Aos 13 minutos seria a vez do Benfica dar o primeiro sinal de perigo.
Gaitán cruza para Rodrigo sobre a direita, com o brasileiro a dominar no peito e a rematar para fora.

Apenas 4 minutos depois 
Rodrigo cobra um livre direto, descaído para a direita, com a bola a sair forte, mas ligeiramente ao lado do alvo.

Aos 20 minutos
contra-ataque super venenoso do Rio Ave, com Ukra a cruzar de trivela na esquerda, mas Garay, IMPERIAL, tira o pão da boca de Hassan, que surgia ao segundo poste.
O jogo entrou num período de serenidade com o Benfica a reclamar a bola para si durante mais tempo.
Neste periodo o Benfica começou a criar mais perigo. Aos 40 minutos
Excelente jogada de envolvimento do Benfica com Siqueira a cruzar rasteiro e atrasado na esquerda para coração da área, onde surge Rodrigo a rematar de primeira para uma enorme defesa de Ventura.
No entanto na jogada seguinte o Benfica não perdoou!
Canto na esquerda batido por Markovic para um primeiro desvio de cabeça de Rúben Amorim, com a bola a sobrar na direita para Rodrigo, que remata sem marcação para o fundo das redes de Ventura.



O Rio Ave reagiu bem  ao golo e ainda antes do intervalo Ukra obrigou Oblak a nova defesa.
Hugo Miguel deu por concluida a primeira parte e o Benfica ia para os balneários com a vantagem minima no marcador.

Na segunda parte as equipas surgiram mais calculistas e foi preciso chegarmos ao minuto 62 para ter o primeiro registo de perigo.
Maxi Pereira recupera a bola e dá para Rodrigo. Este conduz até à entrada da área e assiste Gaitán na esquerda, que remata e vê o golo ser negado por mais uma grande defesa de Ventura.

Aos 77 minutos o Benfica dava o golpe final na partida.
Livre de Enzo para a área, Ventura falha na saída dos postes, e Luisão com a baliza deserta só teve de  desviar de cabeça.



Estava feito o 2-0 e o Rio Ave tinha a penas 15 minutos para dar a volta.


No entanto aos 82 minutos seria mesmo o Benfica a dar novo sinal de perigo. Lima não deu o melhor seguimento a passe de Rodrigo (apos erro de Ventura).
Pouco depois o encontro terminava com uma vitoria do Benfica por 2-0.

Com esta vitória o Benfica arrecada a sua 5ª Taça da Liga e assegura, para já, 2 troféus nacionais em 3 possíveis.